segunda-feira, janeiro 16, 2012

Tá na hora do Combo! Combo Rangers, minha primeira coleção de quadrinhos



Atualmente eu venho colecionando vários quadrinhos da DC e Marvel, porém nenhuma das revistas dessas editoras faz parte da minha primeira coleção de histórias em quadrinhos. Eu comecei com uma revista nacional, Combo Rangers! 

Eu conheci essa série através de um amigo meu, ele nessa época (no ano 2000) vivia mais em banca do que eu e decidiu comprar uma história em quadrinhos nova que ele tinha visto. A edição nº 1 de Combo Rangers lançada pela JBC. Ele me mostrou e eu gostei, mas quando fui à banca, já havia esgotado.

Daí passei a frequentar mais as bancas para saber quando chegariam novas edições, e se teria chance de comprar a edição 1 novamente. Não deu certo, passei um tempão indo nas bancas e nunca encontrava nada.

Até que um dia chegou uma correspondência para mim da Abrademi (Associação Brasileira de Desenhistas de Mangás e Ilustrações) com um brinde, a edição nº 0 dos Combo Rangers, eu recebia direto o jornalzinho deles. Conheci essa associação através da antiga revista Heróis do Futuro. Aprendi muita coisa sobre anime e mangá assim, lembro que comprei até o Manual do Desenhista que eles vendiam (na época eu passava muito tempo desenhando personagens de mangá e anime).

A edição número 0.

Depois disso descobri uma banca numa galeria de lojas daqui da cidade que recebia as revistas regularmente, todos os meses eu estava lá garantindo uma nova edição. Era baratinho, R$ 1,90. Na edição 11 aumentou para R$ 2,50, mas continuou barato.

Mas afinal, o que eram esses Combo Rangers?


Combo Rangers, resumo didático

Começou como uma série de quadrinhos digital, na internet, do Fábio Yabu. As histórias alcançaram um grande sucesso e viraram uma minissérie de 12 edições pela JBC. Consistia num mangá baseado em séries de tokusatsus (a.k.a. Super Sentai), mas que continha muitos elementos da cultura pop. Como de quadrinhos ocidentais, filmes, etc.

Os quadrinhos contam as aventuras de cinco crianças que são convocadas pelo poderoso Tio Combo (O Poderoso Combo), um super herói aposentado, para defender a Terra das mais diversas ameaças, como alienígenas, cientistas malucos, e por aí vai. 
 
Tá na hora do Combo! Primeira versão!
Uma das características mais marcantes da publicação era o humor. Ele fazia referências a vários sucessos da época, Dragon Ball Z era uma das principais, Star Wars (na origem do Tio Combo), e até a Casa dos Artistas foi inspiração para uma edição. Era muito divertido! 

O grupo era formado pelos seguintes personagens, da esquerda para a direita segundo a imagem acima, Tati, Lisa, Kenji, Kiko e o Fox. Mais tarde um Combo Ranger Branco se junta a equipe. O Luke. 
Uniforme da série Combo Ranger Revolution!
Os Combo Rangers tiveram 3 fases: Combo Rangers (com 25 capítulos na internet), Combo Rangers Zero (com 25 capítulos na internet) e Combo Rangers Revolutions (com 14 capítulos na internet, 12 no formato impresso pela JBC e 10 também no formato impresso pela Panini). 

Uniformes da versão Zero!
Versão Revolution!


Mais informações aqui.


Uma série muito divertida

Combo Rangers não era para ser levado a sério, era uma boa comédia, divertidíssima e que tem fãs até hoje. Os vilões eram muito zoados, um dos mais interessantes é o Super Macacaloiro! Olhando a imagem você verá em quem ele se inspirou para criar o personagem, via Omelete.

Macacaloiro e suas fases!
Dá uma olhada na galeria de vilões dos Combo Rangers, aqui não estão todos, mas boa parte deles.

Alguns vilões dos Combo Rangers
O nome da cidade era zoação também! Cidade City, uma metrópole brasileira! Uma das frases mais marcantes da publicação: Lotação Birigui, Araçatuba, e região tá saindo!!
Uma edição legal, foi a da promoção Combo Ranger por um dia! Em que você criava um Combo Ranger com história e enviava para o site da revista e se fosse escolhido ele participaria de uma das edições impressas pela JBC (no caso a edição 5). O mais legal é que ele distribuiu pelas páginas da revista a maioria dos desenhos que participaram do concurso, então todos ficaram imortalizados alí. 

Olha o Combo Ranger vencedor!
Outra edição bem interessante é a #09, em que ele referencia vários heróis dos quadrinhos ocidentais. Homem Aranha, Superman, Batman, etc. Até a cor das páginas foram feitas de modo que ficasse como se envelhecidas, o traço das ilustrações também eram bem retrô. Muito legal.

O legado do Super Campeão

Curiosidades sobre a criação dos Combo Rangers

Navegando para fazer esta postagem descobri um nerdcast só sobre o Fábio Yabu em que ele conta sobre o processo de criação da série, decepções e como alcançou o sucesso finalmente com As Princesas do Mar. Uma das coisas mais legais é ele falando sobre os Combo Rangers. Segundo o próprio autor no Nerdcast 105:
  • Os Combo Rangers surgiram a partir de 5 bolinhas coloridas feitas no antigo Flash 3. Quando o Yabu passava horas brincando com o programa. Ele viu que aquilo parecia com um grupo de tokusatsus e resolveu desenvolver a idéia.
  • A história dos personagens, nomes, e quase tudo importante, surgiu praticamente em uma noite. 
  • A idéia inicial do autor era fazer uma série ao estilo South Park. Que era uma das coisas que ele mais assistia nessa época.
  • O autor criou e lançou o material na internet quando tinha 17 anos. 
  • O nome Combo Rangers tem a seguinte origem: Rangers (referente a Power Rangers, mais óbvio impossível); Combo porque ele vivia jogando em máquina de arcade os games: Marvel VS Capcom ou X-Men VS Street Fighter direto, sempre via a palavra "combo", achava legal e decidiu que algum dia iria criar algo com esse nome. 
  • A influência de South Park era tanta que um dos primeiros vilões do grupo era o General Monte, um monte de cocô e fazia parte do Império Deskarga.
Se quiser saber mais é só baixar e ouvir o Nerdcast 105 aqui.

General Monte!
Concluindo

Combo Rangers era uma série muito legal, é uma pena não ter feito o sucesso esperado. O Fábio Yabu não tem planos para os personagens até hoje. O máximo que podemos ter é o uma referência aos personagens na criação de sucesso do autor, O Princesas do Mar (veja a notícia, antiga, aqui). 

Combo Rangers nas Princesas do Mar.
Um detalhe da minha coleção, eu não tenho a edição nº 1! O meu amigo tem só ela mas se recusa a vender para mim. O jeito é se virar e tentar encontrar pela internet com um frete bacana, coisa que nem sempre é possível. E também não tenho nenhuma edição que saiu pela Panini, aqui não chegou em banca nenhuma!

Infelizmente incompleta! =/

10 comentários:

Fábio Yabu disse...

Bob,
Obrigado pelo post e pela homenagem. Eu devo ter algum exemplar sobrando no meu antigo apartamento. Vou procurar e, se achar, lhe envio com o maior prazer.
Me mande seu endereço no meu e-mail: fabioyabu arroba gmail.com
Abração!
Fábio

Pedrinho Costa disse...

Cara, lembro da época em que eu acompanhava a série em flash no site dos Combo Rangers! Ainda tinha Internet discada na época! xD

Infelizmente os quadrinhos da Panini nunca chegaram aqui nas bancas da minha cidade. Só umas edições avulsas que eu achava nos sebos. =\

Bob Mota disse...

Caramba!!! Uma honra ter o Fábio Yabu comentando por aqui. Estou muito feliz de verdade. Muito obrigado pelo comentário mesmo! E mais ainda porque vou conseguir a revista número 1, através de você. Isso é, se ainda tiver uma sobrando por lá. Mas só por você comentar aqui eu já estou muito feliz mesmo. Sou seu fã. Muito feliz, obrigado por ter lido e comentado.

E Pedrinho, foi uma pena mesmo a gente não ter tido contato com as edições da Panini. Eu gostava muito dessa série.

Dan Ramos disse...

Olha só! Eu curtia muito mesmo a webcomic. Nem sei porque parei de acompanhar, acho que porque o foco mudou (nada mais correto, afinal estava atingindo outros públicos). Mas qualquer referência que faço hoje em dia é positiva!

* Andhora Silveira * disse...

Uau! Teu blog tá "bombando" hein??

Com direito a comentário do próprio autor...! :D

Eu tive a honra de ver essa sua coleção de HQs e é muito linda! Muito bem desenhada e escrita :)

Bob Mota disse...

Dan Ramos, é a hq da minha adolescência. E vez ou outra ainda pego as revistas e fico revendo, são muito divertidas. Numa oportunidade eu te mostro.

Andhora Silveira, fiquei muito feliz com o comentário do Yabu e espero ter mais belas surpresas como essa. Posso te emprestar para você ler essa coleção, é só dizer quando você quer.

Oráculo disse...

Realmente é uma excelente HQs eu conheci ainda na internet e até hoje não me conformo por ter acabado... Sou fã do Yabu também e vez ou outra eu dou uma passada no blog dele... Mas me tira uma duvida você conseguiu a revistinha?

Eu tenho as três primeiras e sempre re-leio.

Bob Mota disse...

As revistinhas eu comprei numa banca numa galeria de lojas daqui na minha cidade na época em que estava saindo. Foi uma baita sorte. Hoje acho que você pode encontrar pelo Mercado Livre. Mas estou torcendo muito para que um dia volte.

Oráculo disse...

Ué, mas no seu post diz que não tem a numero 1... Até o Yabu falou que ia ver se te mandava e tals...

Bob Mota disse...

É eu não tinha a número 1. Agora eu tenho e a coleção da JBC está completa!

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...