segunda-feira, outubro 31, 2011

Halloween, RPG e renovando o terror nas aventuras



Eu gosto de fazer aventuras temáticas, apesar de saber que nem todos os feriados da nossa sociedade podem ser adaptados para uma mesa de rpg de fantasia clássica. Até podem ser adaptadas, só nunca tentei. Nunca tentei fazer uma aventura de Natal, Páscoa ou comemorando o feriado da Independência, por exemplo. Mas o Halloween é bem mais simples, só não caia na "mesmisse".


Quando eu digo mesmisse, falo do seguinte: Colocar bruxas, lobisomens, vampiros, múmias e afins em suas aventuras temáticas de Halloween. Esses tipos de criaturas são comuns na maioria dos cenários, portanto  podem não impressionar seus jogadores. A não ser, é claro, que você nunca tenha colocados esses monstros como antagonistas da suas aventuras.



Minha primeira aventura temática

Eu comecei com isso há um tempo atrás, não lembro muito bem a época, sei que foi numa semana de Halloween. 
O cenário em que jogo existe uma cidade perfeita para a ocasião, Karitania do reino de Fortuna, uma cidade repleta de lobisomens! 
Dizem que a cidade foi amaldiçoada e alguns dias no ano todos os habitantes se transformam em lobisomens e tocam o terror por toda a cidade. Os habitantes não sabem disso pois no dia seguinte tudo está restaurado, como por mágica, e ninguém lembra de nada. Qualquer aventureiro que chegue nessa cidade e permaneça até a Noite dos Lobisomens corre o risco de ter sua presença exterminada desse mundo, porque até as memórias dos habitantes relacionadas aos aventureiros são esquecidas!

Simplesmente o meu grupo de jogadores estava vagando pelo reino de Fortuna e precisavam restaurar seus recursos. Poções, armas, armaduras, etc. Eu fiz com que encontrasse essa cidade. Então eles entraram, fizeram as compras e resolveram passar uma noite para descansar. Triste decisão, era a Noite dos Lobisomens (que coincidência)!

Imagine você contra um exército de Lobisomens!

Tanto os jogadores quanto os personagens não conheciam a lenda a respeito da cidade, só perceberam onde se meteram após ouvir muitos uivos de lobo e verem pela janela do quarto vários lobisomens nas ruas, saindo das casas, etc. A partir daqui eles tinha duas opções: 1 - Tentar sair da cidade com o mínimo de dano possível; 2 - Encontrar um abrigo seguro e permanecer nele até a manhã seguinte (supondo que isso acabaria pela manhã). 

Os jogadores não tinham condições de detonar com todos os habitantes da cidade porque tinha um nível relativamente baixo. Decidiram portanto tentar fugir evitando os confrontos sempre que possível e caso acontecesse tentariam ser rápidos para não chamar a atenção de mais lobisomens. 

O mais legal foi ver como os jogadores ficaram preocupados em permanecer vivos. Sabiam que a situação era mortal e que uma decisão errada poderia resultar no extermínio do grupo. Teriam que ser cuidadosos, rápidos e eficientes. E simplesmente foi uma das melhores aventuras que já fiz, foi muito divertido e saiu tudo conforme o planejado.

Será que se eu usasse essa idéia pela segunda vez, teria o mesmo impacto?


Saindo da rotina

Essa aventura entrou para a lista das melhores que já fiz, uma idéia simples e eficiente, mas não creio que se eu a repetisse apenas mudando as criaturas ela seria tão boa quanto antes. Basicamente aventuras de Halloween seguem essa premissa, matar monstros relacionados ao tema ou algum mistério que envolvem tais criaturas. Não é que não funcione, mas porque não utilizar a idéia de uma aventura de terror de um modo mais criativo?

Lembro que alguns dos melhores filmes de terror/suspense que já assisti não tinham criaturas horripilantes ou algo parecido, muitas vezes apenas humanos "normais" com algum tipo de obsessão, loucura ou gosto "peculiar".

Um dos maiores vilões dos filmes de suspense já criado se chama Hannibal Lecter, ele é incrível, fenomenal. Um simples ser humano, muito inteligente com preferência por carne humana!

Um dos melhores vilões do cinema!

Porque ao invés de utilizar monstros corriqueiros de Halloween não utilizar um simples humano com uma grande inteligência e práticas diferenciadas ou monstruosas? Porque não fazer um humano extremamente fácil de derrotar, mas bastante difícil de encontrar e com uma prática de deixar os cabelos arrepiados?
Dê um tempo dos rituais profanos, invocação de monstros destruidores de mundos, forças da natureza incontroláveis, coisas comuns num mundo fantástico.

Silent Hill, real ou imaginário?

Outra proposta interessante para o Halloween é o terror psicológico (esse particularmente eu adoro), utilizar  os piores medos dos personagens. Mas não de forma real, que tal de uma forma imaginária? Os personagens poderiam estar sob efeito de alguma droga, ou magia, que os fizesse alucinar. Eles ficariam presos nos seus piores pesadelos e no fim tudo não passaria de uma grande viagem pelos seus imaginários. 

Aliens num mundo de fantasia clássica?

Por último o mestre pode utilizar elementos modernos em cenários de fantasia clássica para causar terror, que tal alienígenas?! Criaturas com uma tecnologia extremamente avançada querendo invadir a terra natal dos aventureiros. Ou um mistério aparentemente corriqueiro que termine com o envolvimento de aliens. Uma queda de O.V.N.Is que precisa ser investigada pelos heróis, vírus não-mágicos de outro planeta, armas de destruição em massa, etc. Os heróis não vão esperar e pode render uma boa dose de terror. 


Concluindo  

O que eu quero dizer com a postagem hoje é: Inove em aventuras de horror/suspense. Saia da mesmisse, apesar do clássico ser muito bom se for repetitivo não vai surtir efeito. 
Não caia na onda do cinema de terror/suspense atual (pessoas possuídas, assassinos seriais, etc). Utilize esses elementos de formas novas, alguém fingindo a  possessão, assassinos seriais que não existem e não passam de uma alucinação. As vezes uma boa aventura no melhor estilo Scooby Doo ou no estilo Arquivo X, pode ser mais interessante do que invocações demoníacas clássicas ou coisas semelhantes. 
Então é isso, aproveitem o Halloween façam boas aventuras de terror, assustem seus jogadores!


3 comentários:

Daniel disse...

Curti a aventura! História de zumbi, mas com lobisomens. =P

Sabe o que seria interessante? Fazer uma história que respeitasse a continuidade dessa. A história dos PJs (imagino que eles contaram sobre essa vila em ALGUM lugar) pode ter despertado a atenção de um grupo de caçadores de nível alto, que iriam querer exterminar a aldeia. Os PJs iriam ajudar os caras ou iriam tentar salvar as pessoas, já que ainda que sejam lobisomens, é da chacina de uma cidade inteira que falamos?

* Andhora Silveira * disse...

... Queria que você fizesse uma mesa de Halloween \o/

Bob Mota disse...

Obg pelos comentários! E pode esperar que faço uma ainda esse ano tá Andhora?!
E Dan, na época eu nem pensei na relação com aventura de zumbis. É muito antiga essa minha aventura. De Zumbis nas telas acho que nem Resident Evil tinha ainda, só me toquei dessa relação agora. hauhauahuahuh!
E sobre a continuação, nunca tinha pensado nisso. Realmente é uma boa idéia, vou tentar colocar em prática. Obrigado mesmo pela sugestão.
Se tu quiser e puder usar essa idéia também, faz e depois me diz!

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...