quarta-feira, outubro 12, 2011

Feliz Dia das Crianças, conheçam Clarissa



Dia das Crianças, que dia mais feliz. Você já teve boas comemorações desta data? Ganhou brinquedos? Doces? Ou simplesmente ficou em casa durante o feriado fazendo o que mais gosta? Ou viajou com a família?
Mas para muitas crianças este dia é tão horrível quanto qualquer outro.

Horrível? Dia das Crianças horrível? 


Sim, mas não um "horrível" bom. Não o tipo de dia em que você nunca ganha o que quer ou coisas assim. Para algumas crianças é apenas mais um dia em que sofrerá abuso por parte de alguém maior, mais forte e muitas vezes da sua família.

Mas quem é Clarissa? 

Clarissa é uma história em quadrinhos independente que fala sobre uma criança de 6 anos que sofre abuso sexual pelo seu pai. Isso mesmo, pelo seu pai.

Eu tive contato com esta hq no blog do Amer, segundo o autor do post esta história é de autoria do Jason Yungbluth, um artista da versão americana da Revista MAD. Ele produz esta história desde 1999 e até agora existem 5 histórias curtas que mostram momentos diferentes do dia-a-dia da protagonista.

As histórias são chocantes. Antes de fazer este post obviamente eu li as 5 e impressiona como o autor construiu toda a família de Clarissa. O pai abusa sexualmente da filha e por causa disso cada membro reage de uma maneira diferente. A mãe prefere negar tudo e encher a cara. Um dos irmãos hostiliza a Clarissa, o outro é uma pilha de nervos e parece que tem bastante medo do pai. 

As cinco histórias são Clarissa Ruins Thanksgiving, Bedbugs, Stuffed Friend, Bathtime Fun e Family Portrait. Vou resumir rapidinho cada uma delas.


Clarissa Ruins Thanksgiving


A primeira história se passa durante o famoso Dia de Ação de Graças, a família toda finge uma felicidade enorme por este dia. Todos felizes e sorridentes, cantando e aproveitando as delícias que a mãe preparou para este dia. Clarissa se mantém calada até perguntarem algo para ela. Neste momento ela diz que não vai fingir que o pai dela não abusa dela. E aí todos se calam, a realidade chega e o grande dia é "arruinado".


Bedbugs


A segunda história é sobre Bedbugs, pra mim esses bichinho são aqueles monstros que nós imaginamos que vivem embaixo da cama. Os monstrinhos tentam assustar Clarissa dizendo que vão devorá-la, que vão fazer coisas horríveis com ela e a garota não dá a mínima. Diz que eles não a assustam. Os monstros então falam que não gostam de monstros que leem histórias de dormir. O pai de Clarissa chama os momentos em que abusa dela de "momento das histórias de dormir".




Stuffed Friend

A terceira história mostra a mãe de Clarissa presenteando-a com um coelhinho de pelúcia e pede para ela não perder este como perdeu os outros. 
A garota leva o bichinho para o quarto e o mesmo ganha vida, como Toy Story, e diz que quer brincar com a garota. Que está muito feliz de estar alí e etc.
Clarissa permanece atônita, e então chega seu pai dizendo que está na hora de "contar histórias de dormir". Quando tudo termina, o bichinho de pelúcia fica horrorizado e diz que ele não aguenta isso, pede desculpas por não poder brincar com a menina e se joga pela janela. Se suicida. E aí vemos para onde todos os bichinhos foram. Todos se suicidaram depois que viram o que acontece com Clarissa. 

Bathtime Fun



A garota está tomando banho e diz que finalmente ela vai poder tirar todos os sentimentos sujos que estão sobre sua pele. Ela pega uma bucha e fica passando sobre sua pela com muita força até que ela fica toda arranhada. Bem vermelha. Então após algum tempo no banheiro refletindo sobre sua vidinha, a mãe de Clarissa pergunta se ela quer que o pai dela vá ajudá-la a tomar banho. A garota então sai correndo do banheiro e provavelmente vai se esconder em seu quarto.




Family Portrait

Clarissa está na escola e a professora pede para cada um dos alunos desenharem algo. A professora pergunta quais são os "amiguinhos da floresta" que Clarissa está desenhando, ela diz que são Rippyfang o lobo e o esquilo Mimi. A professora então pergunta se eles se divertem juntos e Clarissa diz que um deles se diverte, o outro não.


O quadrinho então mostra como é café da manhã da família da garota. Mostra em quem a menina se inspira para fazer o desenho, e no final vemos qual o resultado. 

Esta história mostra como muitas vezes não damos atenção para as crianças. Já ouvi psicólogos falando que  as crianças com certeza demonstram se algo está errado em suas famílias. Elas sempre reagem. Seja através de desenhos, comportamento violento, se isolando dos outros e etc. E aqui fica claro que muitas vezes não damos atenção a esse tipo de reação, a menina claramente desenha o que acontece com ela e a professora não dá a mínima. Acha que é mais um desenho bobinho que não representa nada.


Concluindo

Escolhi falar sobre essas histórias hoje porque muita gente está comemorando esse dia. Tirando onda, colocando avatares coloridos no Twitter e no Facebook. Como se isso fosse chamar a atenção de alguém. Muitas crianças na realidade não estão nem um pouco satisfeitas com a vida que levam. Muitas são abusadas sexualmente, outras estão trabalhando e perdendo a infância, existem aquelas que estão procurando no aterro sanitário da cidade o que comer e por aí vai. 

O dia das crianças foi criado pela UNICEF e não é no dia 12 de Outubro. O dia foi criado para comemorar a criação do estatuto da criança, que defende todos os direitos delas, como educação, segurança, e etc. 

Achei uma grande bobagem esse "protesto" de colocar avatares de desenhos animados no Facebook e no Twitter. Não chama a atenção de ninguém e perde o sentido. Muita gente acha que é meme e ponto final. Não chama atenção do governo, mídia nem nada parecido. É perder tempo. 
Muito melhor seria se, com a permissão do autor, traduzissem Clarissa e distribuíssem gratuitamente durante este dia para alertar a população sobre esse tipo de abuso. Vocês podem ler as histórias aqui.

Enfim, leiam, conheçam e passem para quem vocês conhecem. Se souberem de algo do tipo, denunciem ao Conselho Tutelar, Delegacia da Criança e do Adolescente, etc. Leiam o post do blog do Amer para conhecer melhor o quadrinho, ele fala com bem mais propriedade sobre o assunto do que eu. 

Então é isso, Feliz Dia das Crianças. E como o Ammer falou: Prestem atenção nas Crianças!


3 comentários:

* Andhora Silveira * disse...

Sempre que eu vejo isso fico horrorizada... Porque pior do que filmes de terror que vemos, temos a certeza de que isso é a realidade.

Muito triste saber que muitas crianças passam por isso, e o que é pior, dentro de seus próprios lares.

=/

Bob Mota disse...

É muito triste e chocante. Eu tava pensando se realmente daria certo postar isso aqui, não causei o impacto que queria mas fico feliz por ter alcançado pessoas como você. Esse quadrinho é muito forte e só nos estimula a denunciar quando soubermos de algo assim.
Obrigado por ler esse post (um dos menos acessados) e comentado. Mostra que você se importa. Obrigado mesmo.

Otavio Scarpim disse...

Eu entrei em contato com o Autor pedindo permissao para traduzir, ainda nao obtive resposta

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...