sábado, maio 28, 2011

Nerd, o que é? O que não é? O Sheldon e o orgulho nerd



Eu realmente não sabia que existia tanto nerd. No dia da toalha (25/05/2011) a tag #diadatoalha tava em segundo nos trend topics Brazil do twitter. E a tag #orgulhonerd tava em primeiro.
Eu estranho essa de #orgulhonerd pra mim não passa de mais um dia comercial que algumas lojas adotaram para tentar vender mais. Ou que algumas pessoas que se acham os nerds adotaram sem nem saber o que é ser nerd ou o que é o dia 25/05/2011.
Em primeiro lugar, esse post não é nenhum manifesto, nem revolta contra quem se diz nerd. Eu só vou relatar aqui o que eu acho que seja um nerd e o porque da coisa estar massificada hoje em dia.
NERD - a essência



Esse termo é velho, se eu não me engano ele chegou aqui através de algums filmes entre as décadas de 60 e 80. Mas posso estar enganado. 
Lembro também que ninguém gostava de ser chamado de nerd! Eu fui chamado assim durante toda a minha vida. Desde a 1ª série do ensino fundamental. Me chamavam assim, basicamente, porque eu tirava boas notas em tudo que era prova.

Mas o que é ser nerd?

Nerd não só aquela pessoa que tira notas altas nas provas durante a vida toda ou durante parte da vida. Nerd é aquela pessoa que gosta de coisas como sci-fi, quadrinhos, animações, RPG e outra coisas relacionadas, e que mesmo crescendo não deixa nenhum desses gostos. Simples assim.

Por exemplo, apesar de ter mudado de escola algumas vezes. Sempre encontrei com pessoas que tinham estudado comigo nas primeiras séries do ensino fundamental. Quando crianças gostávamos todos das mesmas coisas, os desenhos que passavam na tv, de histórias em quadrinhos, alguns gostavam de Star Wars, etc. Mas só eu e outro cara permanecemos gostando dessas coisas, o restante do pessoal dizia que era coisa de criança e que isso afastava as mulheres!

Ser nerd é então ser um grande fã de algo?

Não exatamente. O nerd ele não gosta de apenas uma coisa. Ele é um grande fã de muitas coisas ao mesmo tempo. Ele não gosta só de Star Wars. Ele gosta de Star Wars, gosta do livros de Isaac Assimov, gosta de Star Trek, gosta de personagens dos quadrinhos, gosta de animações, gosta de videogames. De modo que ele não só consome os produtos principais, como consome produtos relacionados como camisetas, action figures, etc.

Um grande fã de algo, faz o mesmo mas apenas com os produtos relacionados a algo específico. Por exemplo, existem grandes fãs de Star Wars que consomem só coisas relacionadas a Star Wars e estão cagando para qualquer outra coisa que não seja Star Wars. Isso faz dele um grande fã de Star Wars, mas não um nerd.

Um outra coisa básica que todo nerd gosta é: Sci-fi. Nerds gostam de sci-fi, filmes, livros, hqs, animações. Tudo relacionado a sci-fi que seja bom. Não é gostar de sci-fi, apenas por ser sci-fi. Tem que ser sci-fi e ser bom! É por isso que muitas vezes os nerds gostam de ciência. Existem aqueles que não gostam de ciência, mas gostam de sci-fi, fazer o quê neh?!

Os nerds muitas vezes são guiados em suas vidas por aquilo que eles gostam. Eles tendem a ter profissões relacionadas a personagens que admiram. Muitos viram físicos ou químicos por gostar de sci-fi ou de personagens que tenham profissões relacionadas a essas ciências. Como Reed Richards ou Peter Parker. Outros querem ser ilustradores e trabalhar com quadrinhos ou animações ou games. Outros são apaixonados por robôs e querem ser engenheiros mecatrônicos, engenheiros eletricistas, engenheiros mecânicos. Ou querem trabalhar como programadores de games, programadores de robôs. Não é obrigatório, mas na maioria das vezes acontece. 


O "Nerd" de hoje

 

Hoje dá a impressão de que todo mundo é nerd, ou quer ser nerds. Mas por que?
Creio que o grande "culpado" por isso é a indústria do entretenimento. As coisas que antigamente só um grupo restrito de pessoas gostava, hoje faz sucesso com todo tipo de pessoa. 

Veja bem, a ficção-científica (sci-fi) começou nos livros. Com autores como H. G. Wells. Mas o que popularizou o gênero foram os quadrinhos, filmes e séries de tv. Flash Gordon, Buck Rogers, Star Wars, Star Trek, Perdidos no Espaço, por exemplo.
Hoje acontece o mesmo efeito. As histórias em quadrinhos, os livros e tudo que os nerds já gostavam voltam a fizer sucesso no cinema e na tv, em recentes adaptações. As pessoas que passaram bom tempo repudiando esse tipo de entretenimento, passa a gostar. Passa a acompanhar e se acha nerd. 

Acontece mais ou menos assim: Alguém resolve ir assistir o novo filme dos X-Men. Gosta do filme e fica louco para assistir a continuação. Quando sair a continuação, esse alguém vai novamente e passa a acompanhar a série no cinema. A partir daí se acha um nerd. 
Boas histórias podem render bons filmes, se você gostou deste filme, pode se tornar um fã da série no cinema, ou um fã de cinema que gostou desse filme. Mas ainda não é um nerd. 


Como se forma um nerd?



A maioria dos nerds são nerds desde a infância. Eles descobriram, de alguma forma, Star Wars, X-Men, Superman, os livros do Senhor dos Anéis, O Guia do Mochileiro da Galáxia e passou a acompanhar tudo isso, adquirir produtos relacionados, ir atrás das inspirações dos autores e passaram a se inspirar nos seus personagens favoritos. 

Pra você "virar" um nerd depois de jovem, de velho, etc, você precisa trilhar o mesmo caminho. Digamos que o "alguém" do exemplo anterior gostou do filme: X-Men - First Class. Ele gostou tanto que quis se informar mais, quis saber como surgiram, onde, quem criou, o que já fizeram nos quadrinhos? e etc. 
Esse "alguém" começa a ir atrás dos quadrinhos clássicos, das melhores histórias, das melhores sagas. Depois disso, tem o contato com os outros personagens do Stan Lee. E aí começa a curtir quadrinhos de uma forma geral, não só os da Marvel. Pra ele agora quadrinhos é um tipo de literatura e não coisa de criança. 

Partindo dos quadrinhos ele chega nos livros que inspiraram essas histórias. Viagens no tempo, robôs, seres de outro planeta, ataques de civilazações alienígenas, tudo já aconteceu antes nos livros. A partir disso ele já é fã de bastante coisa. Os filmes e séries antigas ele passa a conhecer pois foram as primeiras adaptações de conceitos presentes nos livros. 

E chega a um ponto que você quer colecionar não só livros, dvds, ou games. Você quer colecionar aqueles personagens dos quais você se tornou fã. Réplicas, bustos, action-figures, são um caminho natural. 
Quando você tiver passado por todas essas etapas você virou um nerd. E não se importa mais com o que seus amigos, mulher, namorada, diz a respeito. Você gosta disso tudo, coleciona produtos, é fã, se inspira. Você virou um nerd! 


Mas eu ando vestido igual ao Sheldon!



The Big Bang Theory, uma série engraçada e divertida. Não é a melhor série do mundo. Mas é legal. O que acontece é: Muitos nerds assistem a série e se identificam com as situações apresentadas alí. Lógico que com as devidas correções, já que a série extrapola maioria das situações. 
Só que a série não foi feita apenas para nerds. Ela foi feita para ser um grande sucesso e render muito dinheiro. Sendo assim ela atinge várias pessoas, nerds ou não. Sendo um sucesso, é natural que as pessoas achem legal imitar os personagens, se vestir igual, etc. 

No entanto, se vestir igual a eles, ou usar os mesmos termos e gírias não te faz um nerd. Te faz um fã da série. A série se aproveitou do momento em que tudo o que é produto que os nerds consumiam agora é sucesso.
A prova é tanta, que muito antes de Big Bang Theory, já existiam camisas com símbolos de super-heróis. Quando eu era criança eu tinha várias. Mas agora é modinha usar esse tipo de roupa. Dúzias de lojas virtuais surgem todos os dias com as mesmas estampas, alterando só o preço. E vende para caramba porque o Sheldon usa uma parecida. Aí a pessoa acha que isso faz dela um nerd. 

Antigamente se você usasse isso a partir dos 15 anos, já era chamado de retardado. Hoje se você usa, dizem que é legal porque alguém já viu isso na tv, ou no computador. 


Dia do Orgulho Nerd

Junto com o cinema, a internet é responsável pela massificação do termo: Nerd. A troca de informação e a produção do conhecimento é bem maior hoje em dia do que a uns 10 anos atrás. E o "dia do orgulho nerd" é fruto desse aumento na troca de informação. 
O dia do orgulho nerd é semelhante a substituição dos feriados de uma religião de um povo quando este é assimilado por outro povo com uma religião diferente. Por exemplo, a data em que comemoramos o natal era comemorada por outros povos de uma forma diferente. Era qualquer coisa, menos o nascimento de Jesus. A igreja católica ao dominar esses povos, os ensinou que se eles comemorassem como o dia do nascimento de Jesus seria a mesma coisa. Aí o feriado deles se perdeu e o "nascimento de Jesus" se consolidou como sendo no dia 25 de Dezembro.

O "dia do orgulho nerd" é comemorado no dia da toalha. O dia da toalha é um dia em que todos os fãs de Douglas Adams fazem uma homenagem a esse cara incrível, tirando fotos com suas toalhas e postando por aí. Ou saindo por aí com uma toalha a amostra. Por quê? Procure no Google e leia O Guia do Mochileiro das Galáxias.
Creio que o "dia do orgulho nerd" seja também culpa das grandes lojas virtuais. Elas viram uma oportunidade de lucrar com isso. E começaram a fazer promoções durante este dia, fazendo sorteios, ou dando descontos em produtos geralmente consumidos pelos nerds. Aí, muita gente que se acha nerd divulga essa porcaria ou sai com uma toalha por aí sem saber porque. Ela está apenas acostumada a seguir tudo o que é meme da internet.


Concluindo

Não me revolto com isso, pelo menos por enquanto. Enquanto o termo nerd não for usado para designar um consumidor fanático por qualquer coisa que venha de séries de tv, filmes ou livros.
Acho engraçado o povo comemorando "o dia do orgulho nerd" sem saber o porque. E comemorando errado. No twitter tem gente que usa a tag #orgulhonerd e se acha um máximo. Só querem aparecer os coitados. Enquanto quem sabe o que realmente signfica, faz uma homenagem a Douglas Adams. Ou pelo menos lembra do quanto se divertiu lendo O Guia do Mochileiro das Galáxias.

4 comentários:

O Escocês Voador disse...

Ótimo post. Estou preparando um que trata do mesmo tema, mas sob outro aspecto.
Eu acredito que a popularização dos nerds se deve principalmente à massificação da internet. A web foi feita por nerds e foi povoada primeiro pelos nerds. Logo, existe um denso material de referência criado por esse público, e com o tempo as pessoas que não se consideravam nerds foram influenciadas por este material. Pense por exemplo o quanto o culto a Star Wars cresceu nesses últimos 5 anos.
A internet não foi o único veículo pelo qual a cultura nerd se disseminou, mas sem dúvida ela abriu as portas para nossa subcultura se tornar dominante (pelo menos, até a próxima modinha).

Bob Mota disse...

É verdade. A internet é a grande disseminadora da nossa subcultura. Mas creio que o gatilho foram os filmes recentes sobre super-heróis. Eles mostraram que as histórias que curtimos são boas. Aí a internet veio como disseminação dessa opinião.
E quando fizer o post avise por aqui preu ir conferir.

* Andhora Silveira * disse...

Eu fiquei feliz ao ler esse post. Você pensa como eu. Concordo com o que você escreveu. As pessoas comemoram coisas "nerds" das quais não fazem a menor idéia da origem, como 4 de Maio, 25 de Maio... Não fazem sequer ideia das referências (como Star Trek, Star Wars, Douglas Adams, Isaac Asimov). Séries como The Big Bang Theory deram mais força ainda a essa nova "concepção", porém o fato de você gostar e rir de uma série sobre nerds não faz de você um nerd.

Patrícia Guedes disse...

concordo! cansei de ler post de pseudo-nerds no facebook.

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...